DNA alienígena criado em laboratório poderá evoluir


Isso está só há alguns anos de distância, segundo Steven Benner, condutor dos estudos

A descoberta indica que podem existir formas de vida diferentes das que estamos acostumados
Um novo e estranho código genético, similar ao que é encontrado nas formas de vida terrestres, está localizado em um copo de becker com água e óleo em um laboratório na Flórida. É uma espécie de sistema químico artificial e, de acordo com os cientistas, é o primeiro do gênero capaz de “evoluir” no melhor sentido darwiniano da palavra. O sistema é formado por quatro moléculas, que são a base de nosso DNA, e oito modificações sintéticas. A diferença principal entre as moléculas sintéticas e as que formam um DNA normal é que as artificiais não podem fazer cópias de si mesmas, ou seja, se reproduzir. Mas “isso está só há alguns anos de distância” segundo Steven Benner, condutor dos estudos.
A descoberta indica que podem existir formas de vida diferentes das que estamos acostumados, seja em outros planetas, ou até mesmo escondidas em nosso próprio mundo. O sistema de Benner ainda não pode ser chamado de forma de vida artificial, já que não há informação genética nele para que possa evoluir e formar um sistema. O código genético é capaz de evoluir – a ciência diz que, quando uma forma de vida evolui, seu código genético é copiado, com certas diferenças (alguns a chamam de erros, mutações) que tornam o organismo mais apto a sobrevivência do que o original. As moléculas de Benner são induzidas a se modificar. Se, algum dia, elas se modificarem sozinhas, aí teremos vida artificial.
Copos de beker
Alguns cientistas especulam que a vida extraterrestre eventualmente encontrada algum dia pode se parecer com o sistema de Benner. Esses “organismos” podem viver em água, mas também em nitrogênio ou metano líquido – como se pensa da lua de Saturno, Titã – e em ambientes com acidez extremada ou ausente. Benner ainda tranqüiliza os mais preocupados com teorias da conspiração: “Qualquer molécula feita nesses moldes seria tão alien que não poderia comer terráqueos, em termos de bioquímica. Eles não suportariam o ambiente terrestre”.

Fonte: Hypescience

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: