Bahia confirma surto de meningite

Desde a semana passada, quatro pessoas morreram.
Vigilância Epidemiológica diz que se surpreendeu com registros.
A Secretaria de Saúde da Bahia confirmou, nesta segunda-feira (26/10/09), a existência de um surto de meningite meningocócica no litoral sul do estado. Desde a semana passada, quatro pessoas morreram.
Uma das vítimas foi um fotógrafo paulista que passava as férias na Bahia. A família dele foi até Porto Seguro para liberar o corpo. Dois adolescentes e uma mulher também morreram em decorrência da doença.
Quatro pessoas estão internadas com sintomas semelhantes. Dessas, duas esperam resultados de exames que podem confirmar o diagnóstico.
Segundo a secretaria, todas as vítimas foram contaminadas em uma festa.
Na Bahia, em 2000, foram registrados 314 casos de meningite meningocócica. Em 2008, foram 143.
Neste ano, até a semana passada, três casos haviam sido notificados na região de Porto Seguro. A Vigilância Epidemiológica diz que foi surpreendida com o surto.

Americana entra em coma após comer hambúrguer e preocupa os EUA/American falls into a coma after eating hamburger

O principal ingrediente de um prato tipicamente americano, o hambúrguer, virou motivo de preocupação nos Estados Unidos. Uma americana perdeu os movimentos da cintura para baixo após comer uma carne contaminada por uma bactéria.
Stephane era professora de dança no estado de Minessota. Começou a se sentir mal depois de ter comido hambúrguer preparado em casa pela mãe, que havia comprado uma caixa no setor de congelados do supermercado.
Os sintomas começaram com diarréia, depois Stephanie teve convulsões, ficou inconsciente e entrou em coma induzido por nove semanas. Após dois anos, ela não consegue mais andar.
O sistema nervoso dela foi atingido pela bactéria Escherichia coli, que estava alojada na carne moída.
A bactéria fica alojada no intestino do gado. Às vezes, no abatedouro, partes do intestino contaminadas com a bactéria são cortadas e se misturam a outras peças que, depois, são moídas. Casos graves, como o de Stephanie são muito raros.
Escherichia coli é um dos microrganismos tidos como habitante natural da flora microbiana do trato intestinal de humanos e da maioria dos animais de sangue quente, sendo portanto, normalmente encontrado nas fezes destes animais. Muitas cepas de Escherichia coli não são patogênicas.