Gás venenoso faria bem em doses pequenas, diz pesquisa

São Paulo – Os Institutos Nacionais de Saúde, dos Estados Unidos, concederam bolsa de US$ 1,4 milhão (R$ 2,4 milhões) a uma pesquisa sobre possíveis efeitos benéficos do monóxido de carbono à saúde em doses diminutas. Experiências feitas com animais, como ratos e porcos, mostraram que a inalação do gás ajudou a diminuir a rejeição a órgãos transplantados. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
AE-AP

Anúncios